segunda-feira, 3 de março de 2008

Novo partido político: MEP


Objectivo é concorrer já às eleições europeias do próximo ano
Rui Marques anuncia intenção de criar novo partido entre PS e PSD

-
O antigo alto-comissário para a Imigração Rui Marques anunciou hoje que pretende criar um novo partido, denominado "Movimento Esperança Portugal", situado ideologicamente ao centro e que deverá concorrer às europeias de 2009.
-
"O 'Movimento Esperança Portugal' [MEP] é um movimento humanista que quer estar ao centro do centro político, entre o PS e o PSD, para que a partir daí seja possível construir pontes e sublinhar mais aquilo que nos une do que aquilo que nos separa", adiantou Rui Marques, em declarações à Lusa.
-
O responsável explicou que o MEP é um projecto "de gente comum" que decidiu dar um passo em frente e que "quer transmitir esperança, no sentido de que a política é uma responsabilidade de todos nós e não só de alguns".
-
"O movimento surge como uma proposta concreta para que Portugal possa dar uma resposta a esta crise. O tempo tem que ser de esperança, esperança que torna real a capacidade de transformar a realidade e que nos motiva a fazer melhor, porque melhor é possível", afirmou.
-
O antigo alto-comissário para a Imigração e Diálogo Intercultural não quis revelar o nome de mais nenhum promotor do novo partido, mas prevê que as 7500 assinaturas necessárias para a sua constituição estejam concluídas até ao Verão.
-
"Existe um manifesto que funciona como uma carta constitucional com os princípios essenciais deste projecto e contamos até o Verão ter reunidas essas assinaturas para poder, junto do Tribunal Constitucional, apresentar essa proposta e ver reconhecido a existência deste novo movimento político", explicou Rui Marques.
-
O responsável salientou que o calendário eleitoral para 2009 "ainda não é claro" mas que "tudo aponta para que as primeiras eleições sejam as europeias em Junho de próximo ano". "Essa será a nossa primeira fronteira, o primeiro momento que iremos a votos", explicou.(Público)
-
Nota do Papa Açordas: Não tenho grande esperança neste "Movimento Esperança Portugal", mas tudo o que seja para evitar maioria absoluta do partido de Sócrates, é bem vindo. Oxalá que apanhe alguns descontentes do PS...

2 comentários:

Marreta disse...

Se está situado políticamente entre o PS e o PSD e se vai absorver elementos destes 2 cancros, então não vai sair dali nada de válido...
Saudações do Marreta.

Tiago R. Cardoso disse...

Desde já os meus parabéns ao Senhor Rui Marques, deve ser o único em Portugal que consegue ver onde acaba o PS e começa o PSD.

Mais ainda, é de aplaudir o facto de ele ter conseguido encontrar um espaço entre os dois partidos.