sábado, 21 de janeiro de 2017

Descanso con esperanza

-


Descanso con esperanza

 Bomberos iraníes descansan junto a un camión de bomberos tras perder a tres compañeros en el derrumbe de un edificio en Teherán (Irán). Tres bomberos han sido rescatados con vida bajo los escombros del edificio derrumbado este jueves en Teherán, donde quedan atrapadas al menos otras 27 personas de las que se desconoce su estado (Abedin Taherkenareh / EFE)-(20minutos.es)

Trump jura su cargo



Trump jura su cargo

                          El presidente electo de EE UU, Donald Trump, jura como 45º presidente de los Estados Unidos sobre dos biblias, una de su propiedad y otra que usó Abraham Lincoln en su primera toma de posesión, durante la ceremonia oficial de investidura ante las escalinatas del Capitolio, en Washington DC. (JUSTIN LANE / EF)-(20.minutos.es)

-
 

Este ano é para "recuperar investimento, mesmo que a UE não queira"

-
A coordenadora do BE, Catarina Martins, apontou hoje 2017 como o ano em que terá que existir a coragem para recuperar investimento público, mesmo que a União Europeia não queria.

"Se foi possível a coragem de recuperar salários e pensões contra tudo o que a União Europeia defendia, 2017 terá de ser o ano de ter coragem de recuperar investimento público, mesmo que a União Europeia não queira", afirmou Catarina Martins, na sessão de abertura do fórum 'Mais Mobilidade Mais Liberdade', que decorre hoje em Lisboa.

Defendendo que é preciso olhar para o que ensinou o último ano e tirar algumas lições, a coordenadora do BE recusou a ideia de que é impossível existir investimento porque Portugal continua a ter muitas dificuldades, tem uma dívida pública alta e precisa de controlar o défice.

"Diziam-nos há pouco mais de um ano que era impossível o país recuperar salários ou pensões, que seria o desastre, que viria aí seguramente o desastre se o fizermos. Foram recuperados salários e pensões e o défice do ano passado fica no nível mais baixo dos últimos 40 anos e cumpre com isso as regras do Euro", sublinhou Catarina Martins, referindo-se ao anúncio feito esta semana pelo primeiro-ministro que, de acordo com os dados que o Governo dispõe, o défice em 2016 não será superior a 2,3%.

Contudo, insistiu, alcançar esse número de 2,3% de défice, não significa que tudo esteja bem, porque para o país cumprir "regras que são absurdas" não foi possível recuperar os níveis de investimento que são necessários para colocar Portugal a funcionar, nomeadamente nos transportes públicos ou na saúde.

"Se está provado que recuperar salários e pensões não é uma catástrofe económica para o país, pelo contrário foi o que deu algum fôlego à economia, teremos agora de ter a coragem de dar o passo seguinte e esse passo é ter o investimento publico nos serviços que contam para aumentar a produtividade do país, para fazer a nossa qualidade de vida, a qualidade da nossa democracia e seguramente também o crescimento económico e o emprego de que precisamos", frisou, defendendo que, se não houver coragem para fazer esse investimento, não haverá uma transformação na economia.(Notícias ao minuto)

"Pode ser que parte dos crédulos que votaram em Trump percebam os factos"

-
Donald Trump tomou posse esta sexta-feira como Presidente dos Estados Unidos. Lá fora, como também por cá, sucedem-se críticas ao homem que agora ocupa o cargo mais importante do mundo.

Isabel Moreira comentou, no seu Facebook, o assunto do momento: a tomada de posse e o discurso do agora Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Escreve a deputada socialista que "se vivesse nos EUA passava à estratégia de denunciar, caso a caso, o incumprimento das promessas de Trump".

Isto porque, explica, o que o Presidente dos Estados Unidos diz é demasiado "irracional". Segundo Isabel Moreira, a irracionalidade de Trump está patente, por exemplo, na "proposta quanto ao sistema fiscal conjugada com a promessa da salvação dos trabalhadores americanos e do sistema de saúde".

Por serem propostas irracionais, considera, "valerá a pena ir fazendo o escrutínio de tudo". De resto, a deputada tem esperanças que um dia, "com o tempo", o eleitorado se aperceba da realidade. "Pode ser que parte dos crédulos que votaram nele percebam os factos" , termina.(Notícias ao Minuto)


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Hotel sepultado bajo la nieve en Italia

-


Hotel sepultado bajo la nieve en Itália

                           Imagen que muestra el Hotel Rigopiano, de la localidad italiana de Farindola, sepultado bajo la nieve. En el alud, producido tras los terremotos, hay "muchos muertos". (Vigili del Fuoco - TWITTER)-(20minutos.es)




                                           

Nos outros blogs

-
 A maior pré-época
   
«O presidente do Sporting anuncia que irá trabalhar em conjunto com Jorge Jesus e a equipa deverá começar “desde já a preparar e planear a próxima época desportiva”. Bruno de Carvalho assume "a desilusão" e estabelece uma estratégia para a equipa. O Sporting “necessita de elevar os seus níveis de entrega e de acerto técnico-táctico”, avalia.

Entre as mudanças anunciadas, Bruno de Carvalho avisa que "o plantel sofrerá um emagrecimento neste mercado de Inverno", o que, acredita, "vai fortalecer o grupo". "Precisamos dos melhores focados", justifica.» [Público]
   
Parecer:

Desta vez Jorge Jesus não se vai queixar de ter contratado jogadores que fizeram a pré-época já depois de iniciado o campeonato. Pela primeira vez um clube de futebol vai começar a pré-época seguinte, antes do primeiro jogo da segunda volta da época anterior.

E não só começa a preparar a época cedo como em vez de anunciar contratações opta por informar que vai começar com um despedimento colectivo. Também é a primeira vez que um clube de futebol dispensa jogadores para ter dinheiro para pagar ao treinador.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

In "O Jumento"


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

LIANDO UN PURO

-


LIANDO UN PURO

Una mujer elabora un puro en la fabrica de tabaco Mombacho Cigars, como parte del VI Festival Internacional de tabaco, en la ciudad de Granada (Nicaragua). (Jorge Torres / EFE)-(20minutos.es)

BAÑO EN LA PLAYA PESE A LA OLA DE FRÍO

-


BAÑO EN LA PLAYA PESE A LA OLA DE FRÍO

Una bañista sale del agua en la playa de la Concha de San Sebastián, donde las temperaturas esta mañana eran de 1 grado bajo cero, al igual que en Bilbao, frente a los 4 bajo cero de Vitoria. (Juan Herrero / EFE)-(20minutos.es)


Centeno responsabiliza anterior Governo pela atual subida dos juros

-
O ministro das Finanças atribuiu esta quarta-feira responsabilidades ao anterior Governo pela subida dos juros da dívida pública portuguesa a que se tem assistido nas últimas semanas. De acordo com Mário Centeno, assiste-se uma "pressão sobre a dívida portuguesa em grande medida porque o trabalho sobre o sistema financeiro estava por fazer".
O governante foi chamado ao Parlamento para dar explicações sobre o processo da Caixa Geral de Depósitos, mas acabou por fazer um desvio para falar dos juros da dívida após uma pergunta do deputado do CDS João Almeida. Na audição que ainda decorre na Comissão Parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, o deputado centrista levantou uma série de perguntas sobre o processo de recapitalização do banco público, entre elas o impacto da atual subida dos juros no custo da emissão das obrigações subordinadas.
A resposta de Mário Centeno foi recebida com risos e espanto dos partidos à sua direita. O ministro das Finanças deu os exemplos do "trabalho que estava por fazer" em relação ao banco público, mas também no caso do Banif. Centeno acrescentou que a resposta do Governo à subida dos juros da dívida tem sido dada em áreas como "o défice, o tratamento do sistema financeiro e o aumento da credibilidade da condução da política em Portugal". (Expresso)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SEGURIDAD ENTRE LA NIEVE

-


SEGURIDAD ENTRE LA NIEVE

Varios policías vigilan desde el tejado del Centro de Congresos en la víspera de inauguración del 47º Foro Económico Mundial de Davos (Suiza). (Gian Ehrenzeller / EFE)-(20minutos.es)



TRAGEDIA AÉREA EN KIRGUIZISTÁN

-


TRAGEDIA AÉREA EN KIRGUIZISTÁN

Vista del lugar del accidente de un avión cerca del aeropuerto de Manas, a 30 kilómetros de Bishkek (Kirguizistán). Al menos 37 personas han muerto al estrellarse un aparato de carga turco en una zona residencial. (Igor Kovalenko / EFE)-(20minutos.es)


CON LA NIEVE POR LA CINTURA

-


CON LA NIEVE POR LA CINTURA

El alcalde de Benaque, José Ignacio Abadías Mora (2d), coordina la limpieza de las calles del pueblo tras la gran nevada caída en el Pirineo. (Javier Broto / EFE)-(20minutos.es)

Nos outros blogs

-
 Jumento do Dia

   
Passos Coelho

Passos Coelho tem destas coisas, quando era primeiro-ministro praticava o fim de semana inglês e enquanto o Ti Costa despachava o BES andava à conquilha na Manta Rota, agora é líder da oposição aos sábados e domingos, únicos dias em que consegue que as suas baboseiras passem na comunicação social.

Pobre Passos Coelho, já fez de primeiro-ministro e andou a fazer inaugurações, já se armou em primeiro-ministro no exílio, no início do ano inventou uma newsletter de que só saiu um número, agora comemora do Dia de Reis no dia 14 de Janeiro. Depois de ter anunciado que o país teria uma prenda de Reis não deixa de ser divertido ver que Passos tenha decidido comemorar a data quase no Carnaval.

«"Então começamos o ano com o PCP e o BE a meterem baixa no apoio ao Governo? Este ano vão estar de baixa e [depois] se o Governo precisar de qualquer coisa atirem lá para o PSD que o PSD resolve? Os cavalheiros estão muito equivocados", afirmou.

Pedro Passos Coelho falava na Covilhã, distrito de Castelo Branco, durante o "jantar de reis" organizado pela Comissão Política Local.

Ao longo da intervenção, o líder dos sociais-democratas considerou que as posições do BE e do PC na TSU - que admitem pedir a apreciação parlamentar desta medida caso o Governo insista na redução para as empresas - são "sinais de que algo se pode alterar na maioria" e que demonstram que "a geringonça está desavinda".» [DN]

In "O Jumento"


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

DISCURSO SENTIDO

-


DISCURSO SENTIDO

El presidente de Estados Unidos, Barack Obama se limpia las lágrimas durante su discurso de despedida como mandatario de los estadounidenses, en el McCormick Place de Chicago. (Kamil Krzaczynski / EFE)_(20minutos.es)

DESTROZAN LA ESTATUA DE MESSI EN BUENOS AIRES

-


DESTROZAN LA ESTATUA DE MESSI EN BUENOS AIRES

Montaje fotográfico que muestra la estatua de Leo Messi en Buenos Aires antes y después del ataque. (Rodrigo García /EFE)-(20minutos.es)


LUZ Y CALOR EN LA OSCURIDAD

-


LUZ Y CALOR EN LA OSCURIDAD

Refugiados palestinos se calientan frente a una fogata fuera de su casa, durante un corte de luz en el campo de refugiados de Khan Younis, en el sur de la Franja de Gaza. Los residentes de Gaza, hogar de 1,8 millones de personas, sufren al menos 16 horas de interrupción de la electricidad cada día. (Mohammed Saber / EFE)-(20minutos.es)

SALTÁNDOSE LA PROHIBICIÓN

-


SALTÁNDOSE LA PROHIBICIÓN

Vehículos blindados estadounidenses transitan junto a una señal que prohíbe la circulación de tanques a su paso por Brueck (Alemania). Más de 2.500 tanques, camiones y otros vehículos militares de las Fuerzas de EE UU fueron entregados en Bremerhaven, en la que ha supuesto la mayor transferencia de soldados de EE UU a Europa desde la caída de la Unión Soviética. (Felipe Trueba / EFE)-(20minutos.es)


Novo Banco, uma história mal contada

-
Em 2014, o BES foi intervencionado e dividido em dois pelo Banco de Portugal. Para o Novo Banco, propriedade do Fundo de Resolução (Estado), transitariam os activos de qualidade e para o BES as partes tóxicas. Era suposto que as contas iniciais do Novo Banco estivessem certas: que os empréstimos irrecuperáveis tivessem ficado no BES, que os créditos em risco tivessem sido prudentemente provisionados, que as garantias tivessem sido realisticamente avaliadas. Foi com base nessas contas que o Novo Banco recebeu uma injecção de 4900 milhões do Fundo de Resolução.

À data, Passos Coelho estava empenhado em convencer o país do seu milagre: tinha solucionado uma falência bancária sem dinheiro dos contribuintes. Mas o milagre era uma farsa. Era suposto os bancos terem financiado o Fundo de Resolução; o que não aconteceu. Do total, 3900 milhões provinham de um empréstimo do Estado que, para ser ressarcido, precisaria, isso sim, de um milagre que o Novo Banco fosse vendido por, pelo menos, 3900 milhões, ou que os bancos pagassem o empréstimo, sem eles próprios entrarem em dificuldades. Nenhuma destas opções se materializou.

Em 2015, o Novo Banco voltava a precisar de capital. O Banco de Portugal foi então buscar mais 2000 milhões de obrigações que passaram  para o BES mau, garantindo que o perímetro da resolução estava finalmente fechado.

Depois de uma primeira tentativa falhada, o Novo Banco está de novo à venda e, segundo se sabe, os compradores querem enormes garantias públicas para cobrir a diferença entre o valor contabilístico (registado nas contas) e o valor real dos activos.

Pagar para vender o terceiro maior banco do país a fundo abutre nem pensar. A nacionalização é por isso a solução. Não uma nacionalização temporária, para salvar conjunturalmente alguns interesses até que o mercado melhore, mas o controlo público permanente do banco, para que este possa ser gerido de acordo com os interesses de longo prazo do país.

Mas, antes disso, era bom que o Banco de Portugal se explicasse. Como é que ainda falta dinheiro no Novo Banco? Será que os 4900 milhões iniciais alguma vez foram suficientes? E os 2000 milhões subsequentes? É difícil não achar que se trata, na melhor das hipóteses, de incompetência. (Mariana Mortágua - Jornal de Notícias)

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Sousa Tavares chama “energúmenos” a quem insulta Soares e deixa-lhes um conselho

-
Os “energúmenos que andam nas redes sociais a insultar a memória de Mário Soares que, independentemente das ideias políticas, leiam a imprensa estrangeira”, recomenda Sousa Tavares.


Miguel Sousa Tavares não poupou críticas a Mário Soares, deixando as críticas para aqueles que atacam o antigo Presidente nas redes sociais.
O comentador relembrou, esta segunda-feira, a importância histórica de Mário Soares, cujo funeral se realiza esta tarde.
“Devemos a Mário Soares o combate contra a ditadura, o combate pela democracia a seguir ao 25 de Abril, a Europa e um grande prestígio que ele soube conquistar para ele e para Portugal no mundo”, afirmou Sousa Tavares.
Os “energúmenos que andam nas redes sociais a insultar a memória de Mário Soares que, independentemente das ideias políticas, leiam a imprensa estrangeira”, recomenda o comentador, acrescentando que é graças ao fundador do PS que essas pessoas “têm o direito” de escrever o que pensam, mesmo que sejam insultos à memória de alguém.
Sobre a sua relação pessoal com Soares do seu tempo como jornalista, Sousa Tavares relembrou como “era agradável estar ao lado dele, era um político fora do baralho e imprevisível”. “Uma “pessoa fantástica para se trabalhar como jornalista, embora às vezes tivesse birras”, acrescentou.(Ionline)

sábado, 7 de janeiro de 2017

"Mário Soares é a figura central da nova democracia portuguesa"

-

Secretário-geral da ONU recorda “o líder da afirmação democrática do nosso país”.

“Mário Soares é a figura central da nova democracia portuguesa”, afirmou António Guterres, em declarações à SIC Notícias, no dia em que o histórico socialista morreu, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

Para o secretário-geral das Nações Unidas, o antigo Presidente da República “foi decisivo na consolidação da democracia num momento em que havia vários projetos políticos em confronto e foi, de facto, o líder da afirmação democrática do nosso país”.
“Foi ainda decisivo na convicção que conseguiu generalizar do destino europeu de Portugal”, acrescentou Guterres.
"Presto a minha homenagem a Mário Soares, certo de que figurará na nossa memória e na história do nosso país, como um homem livre que quis que todos nós vivêssemos em liberdade e que lutou toda uma vida para que isso fosse possível", afirma ainda o secretário-geral da ONU, numa declaração enviada à Lusa.
Na nota, o antigo primeiro-ministro português diz ter tomado conhecimento da morte do ex-Presidente "com profunda emoção e um agudo sentimento de perda".
Na mensagem, Guterres começa por transmitir à família de Mário Soares e, em particular, aos filhos e netos do antigo Presidente, as suas "sentidas e amigas condolências". "Falei já com os filhos, Isabel e João, junto de quem expressei a minha solidariedade neste momento doloroso do falecimento do seu pai", menciona.
"É, em grande medida, a ele que devemos a democracia, a liberdade e o respeito pelos direitos fundamentais de que todos os portugueses puderam usufruir nas últimas décadas e que são hoje valores adquiridos no nosso país", considera António Guterres, na mensagem.(Notícias ao Minuto)