quarta-feira, 24 de março de 2010

Agência Fitch reduz "rating"...

-
Economia
Agência Fitch prevê tempos difíceis e corta "rating" de Portugal

-
A agência Fitch reduziu a classificação da dívida portuguesa de "AA" para "AA-", com perspectiva negativa, como resultado do aumento do défice em 2009.
-
A Fitch é uma das principais agências mundiais de "rating". O corte agora anunciado é o reflexo das dificuldades económicas que a agência prevê para o país nos próximos tempos. A Fitch justifica a decisão com o facto de as perspectivas de recuperação de Portugal serem inferiores às dos outros países da zona euro.
-
O corte no "rating" exerce ainda maior pressão sobre o governo português para controlar as contas públicas. Em 2009, o défice atingiu os 9,3% do PIB, contra os 6,5% previstos pela Fitch em Setembro. A agência refere agora que o governo terá de implementar medidas "consideráveis" para conseguir atingir um défice de 3% em 2013.
-
A Fitch avança com a possibilidade de um novo corte do "rating" em 2010 e 2011 devido aos desequilíbrios nas contas públicas. Diz ainda que o fraco crescimento económico do país irá dificultar a implementação das medidas do governo. Ainda assim, classifica o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) como um documento credível e refere existirem indicações de uma retoma sustentável e da redução do défice.
-
Notas do Papa Açordas: Afinal, a Fitch não engoliu a pílula do PEC, e diminuiu o "rating" de "AA" para "AA-", e admite cortar ainda mais... Logo, vamos pagar mais de juros dos empréstimos ao exteriores e, por arrastamento, no mercado interno... Está provado, este (des)governo não tem qualquer credibilidade!...
-

3 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Bom, independentemente de tudo não posso deixar de assinalar que também dizem que o "PEC como um documento credível e refere existirem indicações de uma retoma sustentável e da redução do défice".

Ou seja, eles dize que é um bom documento e nós, portugueses, achamos que não. Incongruências!

Anónimo disse...

Dão uma no cravo e outra na ferradura...
Dizem que o PC é bom e reduzem o "rating"?
Que o PEC é mau e não ´tem credibilidade, está à vista de todos.
Pica Pau

Pata Negra disse...

Quem com ferros mata com ferros morre! Essas agências não falam, os que falam são pessoas que falam em nome de outras pessoas que também não têm nome! Brincam com números e transacções e brincam com os povos!
Os nossos governantes socorrem-se dos indicadores externos quando gostam deles e desconsideram-nos quando não lhes convêm! Quando as coisas não correm bem a culpa é da crise internacional - agora até já os gregos têm culpas no cartorio! - quando as coisas melhoram o mérito é deles!
Nós não passamos de brinquedos nas mãos deles!
Um abraço com o pão nosso de cada dia