quarta-feira, 27 de março de 2013

Nos outros blogues

-
 Uma Europa nojenta
  
Aquilo que os senhores do novo IV Reich fizeram ao Chipre mete nojo, mais do que um resgate o acordo imposto para evitar a bancarrota da ilha foi meia bancarrota mais um pesado castigo pelas práticas financeiras. Ao mesmo tempo os cinzentos de Bruxelas promoveram uma imensa campanha de difamação contra o Chipre, passando a ideia de que era um paraíso fiscal de lavagem de dinheiro das máfias russas.
  
O bonito Luxemburgo não é um paraíso financeiro? Os holandeses não se estão transformando na sede de uma boa parte das empresas europeias? Os bancos alemães não fazem lavagem de dinheiro?
  
Os canalhas que agora dizem andar a desinfectar o sistema financeiro europeu são precisamente os mesmos que têm uma chanceler que ainda há poucos dias pisava no seu gabinete um tapete roubado aos judeus. Quanto milhões roubados aos judeus ajudaram a Alemanha e estão por devolver? Será esse dinheiro mais limpo do que os depósitos dos russos no Chipre?

Retirado de "O JUMENTO"

2 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.