quarta-feira, 22 de junho de 2016

Ainda não almoçou? Eis os riscos de não comer a horas

-

Estudo sugere que comer a horas é tão importante como o que come.

Nunca come à mesma hora? Passa várias horas sem comer? Estudo sugere que os padrões irregulares de refeição estão ligados a um maior risco de hipertensão, obesidade e diabetes.

Um grupo de cientistas do King’s College de Londres, da Universidade de Newcastle e da Universidade de Surrey analisou uma série de estudos e concluiu que a frequência com que come pode ser tão importante como o que come.
De acordo com a revisão que fizeram, comer de forma irregular – ou seja, umas vezes comer várias vezes ao dia, e outras vezes passar horas e outras sem comer – está relacionado com um risco mais alto de sofrer de hipertensão, diabetes tipo 2 e obesidade.
Os investigadores destacam que comer de forma inconsistente pode afetar o funcionamento do relógio interno do corpo – ou ritmos circadianos – que tipicamente seguem um ciclo de 24 horas e que influenciam inúmeros processos metabólicos, incluindo a digestão, o apetite, a digestão e a forma como o corpo lida com a gordura, o colesterol e a glucose.
Como reporta o Daily Mail, os investigadores admitem que é preciso fazer mais estudos para perceber o impacto das rotinas de refeição na saúde pública – especialmente em tempos com tantos trabalhos por turnos. (Notícias ao Minuto)

Sem comentários: